ORVALHO

O orvalho dos teus olhos faz sonhar
Tanto provoca o sorriso como dá para chorar!
Observar humor aquoso tão lindo
Lembra gotinhas de baile findo.
Verão, noite quente, orvalho formado.
Manhãs frescas de milho crescido
Passar entre as folhas é ficar molhado
Procurar o amor é recado dado!
A gazela correr saltando no deserto
Deslumbra o olhar e o pensamento
Mas, são as gotas de orvalho bebidas
A permitir ao antílope o movimento!
Nas noitadas de São João do Porto,
Havia o gozo das rusgas e das orvalhadas
Os ardores amorosos acabavam
Raiando o dia, e ruas lavadas!

Porto, 20/3/13
José Gil
jose.gcmonteiro@gmail.com

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s